Biblioteca de Angra acolhe conferência “A criação do Arquivo de Angra”

A Direção Regional da Cultura, através da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, promove sexta-feira, 18 de maio, a realização de uma conferência intitulada “A criação do Arquivo de Angra”, que será proferida por Jorge Forjaz.

A conferência, que terá lugar pelas 18h00, integra-se no âmbito da exposição comemorativa dos 70 anos de existência do Arquivo, subordinada ao tema “O Arquivo e o documento: 1948-2018”.

Nesta comunicação, Jorge Forjaz vai abordar a necessidade da criação de um Arquivo na cidade de Angra do Heroísmo, em 1948, para guardar e preservar a documentação criada no ex-distrito, que se encontrava, até então, dispersa pelas mais diversas instituições a que legitimamente pertencia.

O percurso do Arquivo, desde a sua instalação no Convento de Nossa Senhora da Graça, passando pelo Palácio Bettencourt, até às atuais instalações, na rua do Morrão, com espaços adequados às necessidades modernas, será outro tema da conferência.

Jorge Forjaz é coautor das “Genealogias da Ilha Terceira” e autor de “Genealogias das quatro ilhas”, “Famílias macaenses”, “O solar de Nossa Senhora dos Remédios”, “Os Monjardinos”, “Os Teixeira de Sampaio da ilha Terceira” e “Tombo Heráldico dos Açores”, entre outras obras.

O conferencista foi Diretor Regional dos Assuntos Culturais, entre 1977 e 1984, e Diretor do Museu de Angra do Heroísmo, entre 1984 e 1988, tendo sido distinguido com a Ordem do Infante D. Henrique, no grau de Grande Oficial.