Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

O Banco Mundial anunciou hoje a suspensão imediata de todos os programas de ajuda na Rússia e na Bielorrússia, em retaliação à invasão russa da Ucrânia.

“Após a invasão russa da Ucrânia e as hostilidades contra o povo ucraniano, o Grupo Banco Mundial suspendeu todos os seus programas nas Rússia e na Bielorrússia com efeito imediato”, disse a entidade de Washington (Estados Unidos) em comunicado.

Na Bielorrússia, o Banco Mundial comprometeu-se com 11 projetos, totalizando 1,15 mil milhões de dólares (cerca de mil milhões de euros). Na Rússia, liderava quatro projetos com o valor de 370 milhões de dólares (cerca de 332 milhões de euros), de acordo com o ‘site’ na Internet da instituição.

O Banco Mundial também enfatizou que não aprovou “nenhum novo empréstimo ou investimento na Rússia desde 2014”, ou seja, desde anexação da Crimeia por Moscovo.

“Também não houve nenhum novo empréstimo aprovado para a Bielorrússia desde meados de 2020”, acrescentou.

Na terça-feira, o Banco Mundial anunciou que estava a preparar uma ajuda de emergência de três mil milhões de dólares (cerca de 2,7 mil milhões de euros) para a Ucrânia, dos quais pelo menos 350 milhões de dólares (cerca de 315 milhões de euros) poderão ser já libertados esta semana.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) também está a considerar uma ajuda adicional a Kiev, além dos 2,2 mil milhões de dólares (cerca de 1,9 mil milhões de euros) que devem ficar disponíveis até ao final de junho.

Pub