Contactado pela Lusa, o porta-voz da SATA adiantou que o aparelho estava a fazer “a ligação entre Lisboa e a Terceira quando, na aterragem àquela ilha, colidiu com aves”.

A situação verificou-se “ao final da tarde de domingo” e devido a esse incidente “o voo de regresso à capital foi cancelado e estão a ser avaliados os danos provocados pelos serviços manutenção”, estando “o aparelho imobilizado na Aerogare Civil das Lajes”, acrescentou António Portugal.

O porta-voz da SATA garantiu, no entanto, que os passageiros da ligação cancelada no domingo “já seguiram hoje noutro voo logo de manhã”.

A situação obrigou também ao cancelamento da ligação Lisboa/Pico/Lisboa que era para ser realizada pelo aparelho acidentado.

De acordo com António Portugal, aqueles passageiros seguem para o Pico, via Terceira, na SATA Air Açores, que assegura as ligações entre as nove ilhas açorianas.

Nos últimos seis dias, esta é a segunda vez que há problemas com aviões que colidem com aves.

Na passada terça-feira, um avião de passageiros da United Airlines, que partia do Porto rumo a Newark, nos Estados Unidos, teve de fazer uma aterragem de emergência, depois de ter colidido com aves (‘Bird Strike’).