Aves vai recorrer ao veto de inscrição nas provas profissionais

O Desportivo das Aves vai recorrer num prazo de cinco dias úteis ao impedimento de se inscrever nas competições profissionais, ditado hoje pela Comissão de Auditoria da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

“É a decisão esperada, porque sabíamos que nos faltavam alguns pressupostos. No entanto, também se dizia que o Desportivo das Aves não ia jogar com o Benfica e o Portimonense e lá fomos. Vamos aguardar. Os advogados estão a trabalhar e isto pode ser reversível”, admitiu à agência Lusa o presidente da direção do clube, António Freitas.

O Desportivo das Aves e o Vitória de Setúbal reprovaram os processos de licenciamento rumo à próxima temporada, tendo os nortenhos, que terminaram a I Liga na 18.ª e última posição, com 17 pontos, outros tantos abaixo da zona de salvação, e a despromoção consumada desde 29 de junho, infringido 3 pressupostos legais e 13 critérios financeiros.