Avelino Meneses reafirma que o objetivo do sistema educativo regional é o sucesso dos alunos

O Secretário Regional da Educação e Cultura reafirmou, na Assembleia Legislativa, na Horta, que o que está em causa no sistema educativo regional é o “sucesso”, em particular, dos alunos.

Avelino Meneses, que falava quinta-feira, durante o debate de um projeto de alteração ao Estatuto do Aluno dos Ensinos Básico e Secundário, frisou que a retenção, conforme a opinião de vários especialistas, “não é propriamente um método de solucionar o insucesso”.

O titular da pasta da Educação considerou, no entanto, que “uma coisa é certa, não se pode combater a retenção à bruta”.

Nesse sentido, atendendo a que a medida em discussão, que prevê o apoio a alunos com notas negativas durante os períodos de pausas letivas, mexe com o sistema educativo na sua “globalidade”, Avelino Meneses adiantou que, no âmbito de um novo Plano e Orçamento, será feito nesta matéria “aquilo que for mais indicado”.

“Na análise que faremos, jamais vamos esquecer que, para a recuperação das aprendizagens, contribuem e muito as interrupções letivas, às quais chegam muitas vezes cansados quer professores, quer estudantes, sujeitos que estão a múltiplos momentos de uma avaliação formal”, afirmou.

Para o Secretário Regional não pode também ser esquecido nessa análise que, para a recuperação das aprendizagens, contam “essencialmente” as aulas e as atividades e projetos delineados com “essa precisa finalidade”.

Avelino Meneses referiu ainda que o “êxito” do ProSucesso – Açores pela Educação, programa de promoção do sucesso escolar, depende também da realização das “devidas” aprendizagens, “jamais do arrimo administrativo, muito menos estatístico”.