Avelino Meneses desmente diminuição de verbas no Plano e Orçamento dos Açores para o Desporto

O Secretário Regional da Educação e Cultura rejeitou hoje, na Horta, que as verbas inscritas no Plano e Orçamento dos Açores para 2019 para a área do Desporto sejam inferiores aos montantes dos anos anteriores.

Avelino Meneses, que falava na Assembleia Legislativa, frisou que “não é verdade” que os montantes inscritos “venham em decréscimo no que à atividade física e desportiva diz respeito”.

“O Plano para 2019 é superior ao plano de 2018”, afirmou Avelino Meneses, acrescentando que se “deve ainda chamar a atenção para um fator, as verbas [inscritas] são do Orçamento da Região, porque, em matéria de infraestruturas, o desporto, na perspetiva da União Europeia, é considerado uma prioridade negativa”.

Por outro lado, o Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou estar “convencido” que, nos Açores, o desporto “é um direito de todos”.

O Governo dos Açores, adiantou Avelino Meneses, coloca o “enfâse” na atividade física desportiva, já que o desporto federado “é um associativismo que parte da sociedade e que temos apenas o dever de apoiar”.

O Secretário Regional rejeitou ainda que o Governo dos Açores se “exima” de quaisquer responsabilidades no que diz respeito à manutenção das instalações desportivas na ilha do Corvo e no apoio técnico a todos os praticantes desportivos.

No Corvo, afirmou Avelino Meneses, existem “os espaços, os praticantes e o apoio indispensável” ao desenvolvimento do desporto.