Aumento do emprego nos Açores “é um incentivo”

Paula Andrade, Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional

A Diretora Regional do Emprego e Qualificação Profissional afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, que o emprego criado no terceiro trimestre, o mais alto dos últimos 10 anos nos Açores segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), é “um incentivo para prosseguir o trabalho que tem sido desenvolvido e está a dar resultados”.

“Temos o maior número de empregados dos últimos 10 anos, são 112.893 Açorianos empregados”, frisou Paula Andrade, em declarações à margem da cerimónia de entrega de certificados a 18 formandos do Curso de Competências para a Empregabilidade.

A Diretora Regional destacou que, “só em três meses, foram criados mais 737 novos postos de trabalho” nos Açores do que no mesmo período do ano passado, pelo que a subida do emprego, numa altura em que a população ativa aumentou em mais de 1.500 pessoas, “não pode ser ignorada, numa análise séria”.

“Este aumento do emprego comprova os efeitos positivos das medidas para a criação de mais emprego e de emprego mais estável que têm sido implementadas pelo Governo dos Açores, em conjunto e em proximidade diária com as empresas regionais e os trabalhadores Açorianos”, afirmou Paula Andrade.

“Não percebo, por isso, como é que há quem possa colocar em causa o sucesso das políticas públicas para a empregabilidade na Região se o emprego criado foi o maior de sempre” dos últimos 10 anos, acrescentou.

Paula Andrade estranhou ainda que “não seja reconhecido, nem motivo de satisfação, o significativo aumento do número de Açorianos empregados”, garantindo, contudo, que, independentemente dos motivos para isso, “são os resultados que importam” e motivam a prosseguir o trabalho para que “esse número suba ainda mais”.