Auditoria sobre cuidados continuados entregue em breve

A secretária regional da Solidariedade Social do Governo dos Açores, Andreia Cardoso, assegurou hoje que “em breve”, durante a próxima semana, será entregue no parlamento da região a auditoria encomendada sobre a rede de cuidados continuados.

A auditoria, lembrou a governante, “foi um dos elementos pedidos pela comissão de inquérito”, tendo o trabalho sido terminado em 15 de janeiro e havendo “mais uma semana para disponibilizar” aos deputados o texto, sendo que posteriormente tal será “tornado público”.

Andreia Cardoso foi hoje ouvida na Assembleia Legislativa dos Açores na comissão de inquérito constituída sobre a rede de cuidados continuados integrados da região.

Questionada sobre o porquê de a auditoria ter sido pedida externamente, a governante diz que houve uma “segregação de funções” e advertiu que “uma entidade não se avalia a si propria”.

A comissão de inquérito no parlamento dos Açores à rede de cuidados continuados integrados dos Açores foi estabelecida potestivamente pelo PSD.

O objeto da comissão passa por “analisar e avaliar os procedimentos adotados pelas secretarias regionais da Solidariedade Social e da Saúde, bem como pelos departamentos do Governo Regional e entidades públicas tuteladas pelas referidas secretarias regionais, nos casos de alegados maus-tratos a idosos divulgados por órgãos de comunicação social”.

Em causa está uma reportagem feita pela TVI em 2018, dando conta de queixas de maus-tratos a utentes da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada.

“Analisar e avaliar os procedimentos adotados pelas entidades que gerem as unidades de internamento” que compõem a rede de cuidados continuados é também um dos objetivos da comissão de inquérito.

“O alarme social causado nos Açores pelas recentes notícias justifica uma atuação firme e imediata, sob pena de ser posta em causa a confiança que os açorianos devem ter nas instituições que prestam cuidados aos idosos e nas entidades públicas que as fiscalizam”, sublinhou o grupo parlamentar do PSD, na altura do anúncio da comissão.

Partilha