Atlânticoline freta novo navio devido a rescisão de contrato do armador

A Atlânticoline, empresa de transportes marítimos pública dos Açores, anunciou hoje que fretou o navio Aqua Jewel para assegurar a operação de verão, depois de o armador do Azores Express ter rescindido o contrato.

“Apesar de todos os esforços e empenho da Atlânticoline para garantir o navio Azores Express na operação sazonal de 2019, tal não foi possível, uma vez que o armador, face aos sucessivos atrasos no cumprimento das suas obrigações contratuais, apresentou a rescisão do contrato no passado dia 09 de junho”, avançou a empresa em comunicado de imprensa.

Habitualmente, a operação de verão de transporte de passageiros e viaturas da Atlânticoline é feita com recurso a dois navios, um rápido e um convencional, que ligam todas as ilhas dos Açores, exceto o Corvo.

No final de maio, a empresa já tinha anunciado a antecipação da operação do barco rápido Megajet para cobrir o atraso do navio convencional Azores Express, alegando que este aguardava por certificação.

A Atlânticoline estima que o navio convencional Aqua Jewel, do grupo Seajets, parta da Grécia rumo aos Açores esta quarta-feira e que “entre em operação ao serviço da Atlânticoline no próximo dia 22 de junho, reforçando a cobertura das próximas festividades concelhias – as Sanjoaninas”, que se realizam de 21 a 30 de junho, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

Só com o Megajet a funcionar, a empresa irá “implementar um conjunto de procedimentos de alteração dos horários”, a partir de sexta-feira, para tentar “minimizar o impacto da falta de um navio convencional durante este período”.

“Aos clientes afetados por essas alterações, com o título de viagem já adquirido, será dada como alternativa a possibilidade de reembolso integral do respetivo valor ou o reencaminhamento para as viagens nos novos horários, conforme a sua vontade”, adiantou, em comunicado.

A Atlânticoline acrescenta que “irá encetar os procedimentos legais contratualmente previstos face à rescisão do armador do navio Azores Express, para minorar os impactos negativos causados à empresa e a todos os seus clientes, bem como diligenciar no sentido de ser ressarcida dos danos financeiros provocados pelo seu incumprimento, seja pela falta da entrega atempado do navio, seja, posteriormente, pela tomada de decisão da posição contratual”.

Além do transporte sazonal de passageiros e viaturas inter-ilhas (no período entre maio e setembro), a Atlânticoline assegura também, durante todo o ano, o transporte regular de passageiros e viaturas, em navios próprios mais pequenos, entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge e entre as ilhas das Flores e do Corvo.