Antestreia espetáculo “MEDEIA” no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas a 17 de fevereiro

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas acolhe a 17 de fevereiro a Antestreia do espetáculo MEDEIA da Companhia João Garcia Miguel. MEDEIA é da autoria de Francisco Luís Parreira, a partir da tragédia homónima de Eurípides.

É interpretada por Sara Ribeiro e David Pereira Bastos, tem figurino de Rute Osório de Castro, encenação de João Garcia Miguel e música original de Mário Laginha, interpretada ao vivo.

Uma primeira ideia que se destaca desta peça é a sua relação entre o passado e o futuro. Esta obra mantém uma atualidade e pertinência que permite refletir sobre a diminuição do poder simbólico no mundo contemporâneo.

O texto de Eurípides levanta possibilidades de abordagens múltiplas. Propõe questões sobre o papel do feminino na redefinição do tecido político e social. Propõe questões sobre as transformações das relações interpessoais.

Propõe questões sobre a emigração e o estatuto de refugiado que, chegado a um mundo novo e diferente, tudo faz para se adaptar às regras e exigências que lhe são impostas com consequências, por vezes, inimagináveis.

Por último, levanta uma questão central sobre os protagonistas da História e a vida dos indivíduos. São estes os pontos que nos irão conduzir na abordagem desta obra em busca das sombras que nos moldam o ser. Correndo contra o tempo, acreditamos estar a fazer um outro tempo.