Andy Burrows, Sara Cruz, Benjamim e Contos & Canções no grande evento do Inspiral

Sara Cruz

Os artistas Andy Burrows, Sara Cruz, Benjamim e Contos & Canções juntam-se aos nomes já confirmados para o grande evento do Inspiral, marcado para os dias 20 e 21 de setembro, na Praça do Nonagon – Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, na cidade de Lagoa. Márcia, Matthew Perryman Jones, Momo e Cristóvam fazem parte do cartaz deste evento.

De referir que, Sara Cruz far-se-á acompanhar, neste evento, de jovens da Escola Secundária de Lagoa, com quem realizou um workshop no passado mês de março, e Flávio Cristóvam atuará acompanhado da Banda Filarmónica Estrela d’ Alva.

O norte-americano Andy Burrows vai atuar no dia 20 de setembro, sexta-feira, no evento final do Inspiral. Chegou à fama como baterista e compositor na banda Razorlight, tornando-se numa das pessoas mais requisitadas do rock’n’roll. Acumulou, até hoje, 150 milhões de plays de músicas no Spotify.  Depois da música de maior sucesso, «América», coeditada com Razorlight, Burrows fez quatro álbuns solo, além de um álbum colaborativo, Funny Looking Angels (2011) com o frontman do Editors, Tom Smith.

Além disso, Burrows foi co-autor de bandas sonoras de filmes e séries da Netflix. Colaborou, ainda, com o autor best-seller Matt Haig, “Razões para Permanecer Vivo”, tendo a dupla, mais tarde, criado uma coleção impressionante de músicas inspiradas nos livros de Haig. Cheio de tons de Elton John, Supertramp e Queen, e com uma corrente emocional, que no mundo de hoje, os seus temas giram em torno de histórias de amor e viagens no espaço e no tempo.

Quanto à artista Sara Cruz, já atuou no Inspiral e traz agora, no dia 20 de setembro, à Praça do Nonagon, as suas sonoridades. A açoriana tem no seu currículo a abertura de concertos para nomes como Simone de Oliveira, Xutos & Pontapés, Diogo Piçarra e Amor Electro. Cantora e compositora, tem a sua guitarra como companheira, desde os 8 anos, e toca também bateria. Com 23 anos, soma muitos anos de música e isso reflete-se na maturidade do seu trabalho. Tocou ao vivo, pela primeira vez, quando tinha 13 anos e, pouco depois, decidiu começar a levar a música a sério. Em 2015, Sara Cruz lançou algumas canções, como “Get To You”, “Tentas Tanto” e “Amor Desnaturado”. Em 2018, gravou o seu mais recente trabalho, o EP “Above Our Heads”. Com este novo trabalho muito cru, honesto e acústico, Sara manteve-se fiel ao seu registo singer/songwriter, numa mescla folk/pop/indie. O primeiro single saiu em junho, juntamente com o videoclip. Seguiu-se “Constant Healing” e, depois, “I Heard You’re Sleeping Alone”. As restantes canções serão lançadas até ao final do verão, acompanhadas pelos respetivos videoclips, todos gravados no arquipélago. Sara Cruz atuou em alguns dos mais conceituados palcos dos Açores, desde teatros a festivais de Verão, tendo passado também por Lisboa, Porto, Leiria e até Londres.

Benjamim é outro dos nomes confirmados para atuar no evento-mãe do Inspiral. O britânico subirá ao palco, no dia 21 de setembro.  Escritor de canções, músico e produtor, lançou em 2015, “Auto-Rádio” e, em 2017, “1986”, disco a meias com o músico Barnaby Keen. Desse último disco, com edição em vinil e digital, saíram singles como “Terra Firme” (canção mais votada pelos ouvintes da Antena 3, ao longo do ano de 2017) ou “Dança Com Os Tubarões”. Ao vivo toca com António Vasconcelos Dias (teclados, guitarra e voz), João Correia (bateria) e Nuno Lucas (baixo).
Em 2018, escreveu a canção “Zero a Zero”, que alcançou um estrondoso 9º lugar na final do Festival RTP da Canção, interpretada por Joana Espadinha. Enquanto produtor, trabalhou com bandas e músicos como Flak, B Fachada, Joana Espadinha, Cassete Pirata, Márcia, Joana Barra Vaz, Pista, Noiserv, Frankie Chavez, Golden Slumbers, Tape Junk, Julie & The Carjackers, Tipo, João Só ou João Pedro Pais.

Contos & Canções atuará a 20 de setembro, na Praça do Nonagon. Será como um mergulho nas bonitas histórias escondidas por detrás de algumas das melhores canções da nova vaga de cantautores açorianos. Flávio Cristóvam, João Félix, Sara Cruz e Romeu Bairos juntos em palco, numa partilha intimista e crua do que motivou as suas melhores criações.

O grande evento final do Inspiral é o culminar de um projeto itinerante, que teve início em setembro do ano passado, com espetáculos de artistas de todo o mundo como Valter Lobo, Luís Alberto Bettencourt ou The Heart and The Void, que percorreu espaços e equipamentos culturais de todo o concelho de Lagoa. Congregando as forças vivas do concelho e das suas gentes, este projeto educativo e cultural pretende marcar o arranque do ano letivo, durante dois dias, para um mini-festival  de oito concertos, acompanhado pelo conceito de “Street Food”, recorrendo à gastronomia local, e conta com presença da Feira de Ocupação de Tempos Livres promovida pela Associação de Pais da EBI Padre João José do Amaral, em parceria com a respetiva escola e a autarquia lagoense, onde a cultura e a educação ganharão nova pujança.