Pub

Mikkelsen terminou a prova com o tempo de 2:32.31,5 horas, deixando o mundialista Dani Sordo no segundo lugar, a 14,8 segundos.

O também espanhol Efrén Llarena (Skoda Fábia) foi o terceiro, a 1.06,5 minutos, depois de superar o açoriano Ricardo Moura (Skoda Fábia) na derradeira especial.

Moura capotou e tirou um pneu da jante, baixando uma posição, para o quarto lugar, a 1.09,7 minutos do vencedor, terminando como o melhor português em prova.

“Cometi um erro estúpido, num gancho apertado”, explicou Moura.

Pub

Quanto a Mikkelsen, construiu uma vantagem segura até à derradeira especial, onde pôde gerir.

“Tínhamos uma boa vantagem para o Dani Sordo e [na última especial] tentei ser inteligente. Tínhamos feito uma boa diferença nas duas especiais anteriores e pude relaxar nas Sete Cidades”, explicou o piloto norueguês, que tem agora uma vantagem de 34 pontos no comando do campeonato.

Mikkelsen soma 136 pontos, contra os 102 de Llarena.

A próxima ronda será novamente em Portugal, com o Rali Serras de Fafe e Felgueiras, de 01 a 03 de outubro.

Veja aqui os resultados oficiais

Azores Rallye final

Pub