André Ventura recusa acordos do Chega com PSD e CDS

O líder do Chega disse hoje que o partido não quer fazer acordos nem entendimentos com o PSD e o CDS, deixando a mesma resposta para ambos: “Não obrigado, não queremos nem aceitamos”.

Num jantar da distrital de Leiria do Chega, André Ventura considerou que a resposta do presidente do PSD, Rui Rio, sobre um eventual acordo foi “meio atabalhoada”.

“Esta semana disse, de forma assim meio atabalhoada, que sim [sobre a possibilidade de um acordo], ‘mas se eles se mudarem’. Nós, este bando de insurrectos, fascistas e racistas… Como se estivéssemos à venda ou como se fossemos o CDS do século XXI”, criticou.