Ana Bacalhau com Filarmónica Nossa Senhora das Neves no Teatro Micaelense

No próximo sábado, 19 de novembro, a Filarmónica Nossa Senhora das Neves apresenta-se em concerto com Ana Bacalhau, numa afirmação da sua versatilidade enquanto orquestra de sopros.

Ana Bacalhau é uma intérprete ímpar, que, em palco, se entrega sempre como se aquela pudesse ser a última vez que a ouvimos e vemos ao vivo. Estreou-se a solo em 2017, com “Nome Próprio”, após dez anos a dar voz às canções da Deolinda. O novo álbum, “Além da Curta Imaginação”, é um trabalho muito pessoal e intimista, gravado entre janeiro e outubro de 2020, refletindo, por isso, a longa e penosa jornada que a pandemia impôs. É um álbum que pretende criar mundos, que possam materializar-se neste.

A Filarmónica Nossa Senhora das Neves dinamiza a cultura da sua comunidade e forma musicalmente os jovens Relvenses há mais de 150 anos. Em 2010, venceu a primeira edição do Concurso Filarmonia (na primeira categoria), organizado pela Antena 1 Açores. Em 2016, por ocasião do seu 150.º aniversário, recebeu votos de congratulação da Assembleia Regional dos Açores, da Câmara Municipal de Ponta Delgada, da Junta de Freguesia da Relva e uma mensagem de parabéns do Presidente da República. Ainda nesse ano, foi agraciada com a Insígnia Autonómica de Mérito Cívico. Em 2021, organizou o primeiro festival de Clarinete dos Açores, e, em 2022, o 1.º Festival Internacional de Saxofones dos Açores. Já trabalhou com solistas prestigiados a nível nacional e internacional, como ArtemSax, João Pedro Silva, Luis Aunon Perez, Allen Vizzutti, Otis Murphy, entre outros. Atualmente, é dirigida pelo maestro Hélio Soares.

O concerto com Ana Bacalhau conta ainda com as participações especiais do cantautor Aníbal Raposo e da guitarrista Eugénia Contente.

Pub