Alfa Romeo regressa à F1 33 anos depois, com a ajuda da Sauber

A marca italiana Alfa Romeo, vencedora dos dois primeiros Mundiais de Fórmula 1, vai regressar à competição em 2018, na sequência de um “acordo de colaboração comercial e técnico” com a equipa Sauber, anunciou hoje a escuderia suíça.

Apesar de continuar a utilizar motores Ferrari, a equipa vai disputar o próximo Campeonato do Mundo de F1 sob a designação de Alfa Romeo Sauber F1, promovendo o regresso da marca italiana à categoria rainha do desporto automóvel, da qual estava ausente desde 1985.

“A Alfa Romeo tem uma história de sucessos nas corridas automóveis. Acreditamos que, em conjunto, conseguiremos alcançá-los também e esperamos que este acordo se traduza numa associação longa e proveitosa”, observou o diretor-geral da escuderia, Pascal Picci.

A Alfa Romeo venceu os Mundiais de F1 de 1950 e 1951, pela mão do italiano ‘Nino’ Farina e do argentino Juan Manuel Fangio, tendo depois sido fornecedora de motores durante 18 anos, antes de regressar com uma equipa oficial, entre 1979 e 1985.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.