Alexandre Gaudêncio elogia perseverança de Irene do Couto Pereira

“Cantigas do meu tempo” é um livro que reúne um conjunto de quadras populares de Irene do Couto Pereira, autora que lançou o seu primeiro livro no dia em que comemorou o 91.º aniversário. A cerimónia, que teve lugar no Museu do Tabaco, na freguesia da Maia, juntou cerca de uma centena de pessoas.

O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, presidiu à cerimónia e congratulou a autora pela perseverança que colocou na concretização deste objetivo.

“A senhora Irene do Couto Pereira é um exemplo de vida, de perseverança, de luta, de carisma e idoneidade, sendo uma pessoa reconhecida e respeitada na Ribeira Grande, muito em particular na freguesia da Maia, localidade onde granjeia enorme simpatia”, referiu.

“Lançar um livro no dia em que se comemora 91 anos de vida não é algo que se veja com frequência. Contudo, este documento que a senhora Irene do Couto Pereira partilha connosco não é mais do que um retrato fiel da sua maneira de ser, de estar e de nunca desistir dos seus sonhos”, acrescentou.

Alexandre Gaudêncio manifestou satisfação pelo facto do livro “traduzir um objetivo pessoal alcançado e, em simultâneo, ser um exemplo para a sociedade, ou seja, um exemplo de que nunca é tarde para atingirmos as nossas metas. O segredo está em acreditar que somos capazes”, vincou.

“Cantigas do meu tempo” é uma viagem ao passado, uma viagem às “memórias escondidas que o traço fino da sua escrita fez brotar no papel. É um legado que fica para as gerações vindouras”, realçou Alexandre Gaudêncio.