Alemanha deteta quase 500 novos casos num dia

A Alemanha registou mais 498 casos da covid-19 nas últimas 24 horas para um total de 194.259 e mais 12 vítimas mortais, somando 8.973 desde o início da pandemia.

O Instituto Robert Koch (RKI) revela ainda na sua página oficial que o número de casos considerados curados chegou aos mil, no dia anterior, ultrapassando já um total de 179 mil.

A Baviera e a Renânia do Norte-Vestefália, os dois maiores e mais populosos Estados alemães, concentram o maior número de casos de covid-19, 48.400 e 43.066 respetivamente.

Armin Laschet, o primeiro ministro da Renânia do Norte-Vestefália, anunciou hoje novas regras para todas as fábricas com até 100 funcionários. A partir de 01 de julho, todos os trabalhadores serão testados com regularidade para evitar novos contágios.

A medida surge depois de um surto, numa fábrica de carne, a Tönnies, ter provocado mais de 1500 infeções e o confinamento de duas localidades. Entre as vítimas estão três portugueses a recuperar bem.

O aeroporto de Frankfurt abriu hoje um centro de deteção rápida de covid-19, um “Walk-in Test Center” que vai permitir aos passageiros realizar o teste, com a capacidade de 300 por hora.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 502 mil mortos e infetou mais de 10,20 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.568 pessoas das 41.912 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.