Pub

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, disse que a administração pública regional pode estar “tranquila” quanto a uma mudança de governo, prometendo elevar a “capacidade de mobilização” dos trabalhadores caso vença as eleições regionais deste mês.

“A administração pública pode estar tranquila quanto a uma mudança de governo porque tudo farei para que um governo novo – e não apenas um novo governo – possa voltar a dar autoestima e elevar a capacidade de mobilização que a administração pública dos Açores pode ter”, declarou Bolieiro, candidato pelo círculo de São Miguel às regionais de domingo.

O líder social-democrata falava hoje nas Velas, após ter visitado a União de Cooperativas Agrícolas de Laticínios de São Jorge, no âmbito da campanha eleitoral para as eleições regionais de 25 de outubro.

José Manuel Bolieiro disse defender a “importância de uma governação que seja novamente mobilizadora e incentivadora do trabalhador público” e salientou que ainda existem “muitos precários” na administração pública, dando o exemplo das áreas da saúde e da educação.

Além de “garantir a motivação” dos trabalhadores, o antigo presidente da Câmara de Ponta Delgada disse ser necessário assegurar um “vínculo mais estável em vez de precário”, prometendo uma “reforma motivacional” e a “valorização das carreiras” dos profissionais públicos.

“Eu tenho notado que há alguma desmotivação e, portanto, precisam de ter novamente ganhos de confiança e, sobretudo, de reconhecimento”, apontou, acrescentando que não existem funcionários públicos a mais na região.

O PSD/Açores está em campanha hoje na ilha de São Jorge, ilha escolhida, segundo o líder, para destacar a “importância da criação de um mercado regional”, que, no caso de São Jorge, pode estar associado às ilhas do Faial e Pico e às ilhas Graciosa e Terceira.

O primeiro ponto da paragem social-democrata foi uma empresa de atividade marítimo-turística, localizada no porto de Velas, onde Bolieiro disse estar “orgulhoso” por testemunhar que os “jovens criam oportunidades para se fixar na sua terra”.

Pelas ruas de Velas, José Manuel Bolieiro, acompanhado pelo cabeça-de-lista por São Jorge, Paulo Silveira, distribui cartazes, canetas e gel desinfetante.

No centro da vila, o presidente do PSD/Açores cruzou-se com o candidato do PPM/Açores pela ilha, Valdemar Furtado. “Eu respeito a pluralidade democrática”, disse Bolieiro, após ter trocado flyers e desejos de boa sorte com o monárquico.

Na agenda da campanha do PSD/Açores para hoje está ainda prevista uma visita ao armazém municipal de Velas, uma ação de campanha no lugar da Beira e uma visita à cooperativa da Beira.

As legislativas dos Açores estão marcadas para 25 de outubro, com 13 forças políticas candidatas aos 57 lugares da Assembleia Legislativa Regional: PS, PSD, CDS-PP, BE, CDU, PPM, Iniciativa Liberal, Livre, PAN, Chega, Aliança, MPT e PCTP/MRPP. Estão inscritos para votar 228.999 eleitores.

No arquipélago, onde o PS governa há 24 anos, existe um círculo por cada uma das nove ilhas e um círculo de compensação, que reúne os votos não aproveitados para a eleição de parlamentares nos círculos de ilha.

Pub