PUB

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, sublinhou na noite de segunda-feira que os Açores querem continuar a “liderar pelo exemplo” no campo da transição energética, sendo a ilha Graciosa, que recebe por estes dias a visita estatutária do Executivo, um bom exemplo.

“Não deixaremos de reivindicar ajuda à nossa sustentabilidade e evidenciar, com prestígio próprio, o nosso estatuto, a nossa atitude pelo desenvolvimento sustentável. Não é por acaso que como destino turístico somos o primeiro arquipélago certificado como sustentável. Queremos no presente e no futuro continuar a liderar pelo exemplo nesta transição energética”, sustentou o governante.

PUB

José Manuel Bolieiro falava no Fórum Autonómico, realizado em Santa Cruz da Graciosa e que teve o engenheiro Luís Reis, da Axians Portugal, como orador convidado, numa sessão dedicada precisamente aos desafios da transição energética.

Luís Reis, da Axians Portugal

O Presidente do Governo sustentou que “nunca a história dos Açores e dos açorianos foi tão projetada no futuro do planeta”, procurando atualmente a globalidade do planeta não exaurir os seus recursos naturais.

“A estada nos Açores foi sempre amiga da natureza. Nunca maltratámos o ambiente e a natureza, adaptámo-nos e fomos capazes de viver com ela de forma respeitosa. Fomos um laboratório de futuro”, sinalizou.

Num plano mais global, José Manuel Bolieiro deixou palavras de incentivo para a Graciosa e os graciosenses, lembrando, por exemplo, a “capacidade produtiva”, de “com tão pouco fazer tanto”, tendo destacado, entre outros, a variedade agroalimentar ou o potencial turístico, e reconhecendo a necessidade de se implementares políticas públicas auxiliares de apoio a este valor.

“Se calhar um quarto de século foi perdido. Vamos continuar a trabalhar para o próximo quarto de seculo ser potenciador neste campo”, sustentou.

Pub