Pub

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, revelou hoje que os Açores venceram o primeiro prémio nacional do European Enterprise Promotion Awards (EEPA) 2022, passando a ser a “grande referência” europeia do desenvolvimento sustentável.

“Estando na ilha das Flores, que é Reserva da Biosfera, uma referência da natureza, fiquei muito feliz e não poderia deixar para outra oportunidade o anúncio deste prémio”, declarou José Manuel Bolieiro, em Santa Cruz das Flores, aos jornalistas.

A região foi vencedora com a Cartilha da Sustentabilidade dos Açores.

Os European Enterprise Promotion Awards (EEPA) são uma iniciativa da Comissão Europeia alinhada com as prioridades da estratégia Europa 2020 e coordenada em Portugal pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação.

Os prémio “distinguem iniciativas identificadas como boas práticas de promoção empresarial em várias áreas, em função da especificidade do seu contributo para o desenvolvimento económico e o emprego das regiões”.

A Cartilha de Sustentabilidade dos Açores assume o compromisso para com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, declarados pelas Nações Unidas, e com a sustentabilidade do destino turístico Açores.

A Cartilha de Sustentabilidade dos Açores é uma iniciativa do Governo dos Açores para “reforçar o desenvolvimento sustentável de todo o território.”

Esta visa “apoiar a adoção dos princípios da Agenda 2030 de forma inclusiva e abrangente nos diversos setores da sociedade”, sendo que “está perfeitamente alinhada com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, tendo um papel fundamental para a sua materialização nos Açores”.

“Este é um importante contributo para um mundo mais justo, mais digno, mais inclusivo e sustentável”, refere e Carta.

De acordo com o IAPMEI, Portugal “tem um historial vencedor na final europeia dos European Enterprise Promotion Awards, sendo que “ao longo das 16 edições, as várias iniciativas premiadas pela Comissão Europeia viram os seus projetos ganhar visibilidade e prestígio, não só a nível nacional, como também em toda a Europa”.

Pub