Pub

O Governo dos Açores vai deixar de comparticipar, a partir de hoje, todos os testes rápidos de antigénio, anunciou hoje o secretário regional da Saúde, Clélio Meneses.

“Nos Açores, a partir de agora, passa a existir teste rápido gratuito nas circunstâncias em que a pessoa tenha necessidade de um teste de despiste para aceder a espaços de saúde ou lares de idosos, ou quando identificam um autoteste positivo ou notificam sintomas”, explicou o governante, em declarações aos jornalistas, à margem dos trabalhos parlamentares, na Horta.

As pessoas que estejam nessas condições deverão comunicar a situação através do portal saude.azores.gov.pt, preenchendo o questionário que se encontra disponível nessa página, para que possa, posteriormente, receber um código de validação para a realização de um teste gratuito nas entidades convencionadas ou, em alternativa, poderão contactar a Linha Saúde Açores, através do número 808246024.

Os restantes testes deixam de ser comparticipados.

O mais recente balanço semanal feito pela Autoridade Regional de Saúde, de sexta-feira, apontava para 4.926 casos positivos ativos de infeção pelo SARS-Cov2, 4.889 deles registados na semana anterior.

Na ocasião, estavam internadas 24 pessoas na região: 14 no Hospital de Ponta Delgada, sete no Hospital da Terceira e três no Hospital da Horta, nenhuma delas em unidade de cuidados intensivos.

Na segunda-feira, o Hospital Divino Espírito (HDES), em Ponta Delgada, tinha 70 doentes internados com covid-19, o maior número desde o início da pandemia.

Pub