Pub

A Autoridade de Saúde Regional informou hoje que, decorrentes das 1.273 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da Região nas últimas 24 horas, foram diagnosticados três casos positivos de COVID-19 na ilha de São Miguel e registadas duas recuperações, sendo uma na ilha de São Miguel e outra na ilha Terceira.

De acordo com o comunicado, os três casos diagnosticados correspondem a passageiros provenientes de ligação aérea com território continental português, sendo que dois deles foram detetados através de teste de despiste à SARS-CoV-2 realizado à chegada, designadamente um indivíduo do sexo feminino, de 28 anos de idade, residente na Região, e um indivíduo do sexo masculino, de 38 anos, não residente.

O outro caso diagnosticado reporta-se a um indivíduo do sexo masculino, de 54 anos, residente na Região, que realizou teste à chegada com resultado negativo e cujo teste efetuado após o sexto dia produziu resultado positivo.

Regista-se a recuperação de dois indivíduos do sexo masculino, nomeadamente um de 24 anos na ilha de São Miguel e um de 42 anos na ilha Terceira, elevando para 237 o número de casos recuperados na Região.

Acresce referir que, cumprindo os critérios de recuperação em território continental português, saíram três indivíduos da Região, designadamente de São Miguel, um do sexo feminino, de 63 anos de idade, e dois do sexo masculino, de 35 e 66 anos.

Assim, até ao momento, foram detetados na Região 387 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, verificando-se atualmente 78 casos positivos ativos, dos quais 63 na ilha de São Miguel, oito na ilha Terceira, um na ilha Graciosa, dois na ilha do Pico, dois na ilha do Faial, um na ilha de Santa Maria e um na ilha das Flores.

Pub