Pub

A Autoridade de Saúde Regional informou hoje que, decorrentes das 1.325 análises realizadas nos dois laboratórios de referência da Região nas últimas 24 horas, foram diagnosticados três casos positivos de COVID-19, dois na ilha de São Miguel e um na ilha Terceira.

De acordo com o comunicado, os casos identificados na ilha de São Miguel correspondem a dois indivíduos do sexo feminino, com 30 e 54 anos de idade, residentes na Região.

Um dos casos desembarcou na Região a 17 de setembro, proveniente de território continental, tendo realizado teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 à chegada e obtido resultado positivo.

O outro caso trata-se de um contacto próximo de alto risco de um indivíduo positivo, seu coabitante, encontra-se sintomático e obteve resultado positivo no teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2.

O caso diagnosticado na ilha Terceira reporta-se a um indivíduo do sexo masculino, com 53 anos de idade, residente, que desembarcou na Região a 18 de setembro proveniente de território continental, tendo realizado teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 à chegada e obtido resultado positivo.

Os casos apresentam situação clínica estável e foram já diligenciados, pelas Delegações de Saúde Concelhias, os procedimentos definidos para caso confirmado, testagem e vigilância de contactos próximos, bem como os inerentes ao aprofundamento da investigação epidemiológica.

Assim, até ao momento, foram detetados na Região 262 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, verificando-se atualmente 45 casos positivos ativos, dos quais 35 na ilha de São Miguel, sete na ilha Terceira, dois na ilha do Pico e um na ilha Graciosa.

Pub