PUB

O Governo dos Açores anunciou hoje que vai promover quatro cursos de português para imigrantes, que vai contar com a participação de 80 pessoas de 28 nacionalidades, nas ilhas de São Miguel, Terceira e Pico.

Em comunicado publicado no portal da internet, o executivo regional (PSD/CDS-PP/PPM) realça que os cursos são promovidos pela Direção Regional das Comunidades e organizados pela Associação dos Imigrantes nos Açores (AIPA) e pelo Gabinete de Apoio às Migrações da Cooperativa CRESAÇOR.

“O Governo dos Açores vai promover este ano quatro cursos de português para falantes de outras línguas, com a participação de 80 imigrantes de 28 nacionalidades, que vão decorrer nas ilhas de São Miguel, Terceira e Pico, de setembro a dezembro”, lê-se na nota de imprensa.

PUB

A CRESAÇOR vai ser a responsável pela organização dos dois cursos que vão decorrer em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, um em horário laboral e outro em horário pós-laboral.

Já a AIPA vai organizar as formações em Angra do Heroísmo, na Terceira, e na Madalena, no Pico.

“A direção regional das Comunidades duplicou este ano o financiamento destinado à integração linguística dos cidadãos estrangeiros residentes nos Açores, tornando assim possível a realização de quatro cursos em vez dos dois habituais”, reforça o governo açoriano.

Vão participar cidadãos dos 21 e os 74 anos, oriundos da Alemanha, Argélia, Bangladesh, Bélgica, Bielorrússia, Camarões, Canadá, China, Cuba, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, Filipina, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Japão, Marrocos, Nigéria, Reino Unido, República Checa, Roménia, Rússia, Suécia, Suíça e Ucrânia.

Pub