Segundo o comunicado diário da Autoridade de Saúde Regional, nas últimas 24 horas foram realizadas 1.554 análises nos laboratórios de referência da região, para além das realizadas em laboratórios privados, no laboratório da Universidade dos Açores, na ilha Terceira, e nos rastreios em massa, em que são utilizados testes rápidos.

A ilha de São Miguel foi a que registou mais casos novos, 24 no total, sendo 21 em contexto de transmissão comunitária e três nos testes de despiste realizados aos passageiros que chegam à região ao sexto dia.

Incluem-se nestes casos cinco identificados no âmbito de um rastreio em massa realizado na vila Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande.

Já na ilha Terceira, foram detetados nove casos novos de infeção, oito em contexto de transmissão comunitária e um no rastreio aos passageiros ao sexto dia.

Na ilha do Faial foi identificado um caso de infeção, cuja origem está “por aferir”, e na ilha do Corvo, a única nos Açores até à data sem registo de qualquer caso, foi diagnosticado um passageiro, residente na ilha, no rastreio ao sexto dia.

Foram ainda registadas 80 recuperações, 75 na ilha de São Miguel, três na ilha das Flores, uma na ilha Terceira e uma na ilha do Faial.

Estão atualmente internados 23 doentes com covid-19, nos Açores, 22 no Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada, incluindo oito em unidade de cuidados intensivos, e um no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, também em unidade de cuidados intensivos.

A Autoridade de Saúde Regional adianta ainda que os 33 casos positivos reportados na empresa Portos dos Açores, no âmbito de um rastreio com testes rápidos, “estão a ser alvo de confirmação durante o dia de hoje”, “numa operação de testagem por PCR que abrange todos os funcionários daquela empresa” na ilha de São Miguel.

Os Açores têm atualmente 588 casos positivos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, dos quais 556 em São Miguel, 27 na Terceira, dois no Pico, um no Faial, um nas Flores e um no Corvo.

Desde o início do surto, foram detetados 3.366 casos de infeção por SARS-CoV-2 nos Açores, tendo-se verificado 23 óbitos e 2.656 recuperações.

 

SÃO MIGUEL 24 NOVOS CASOS

  • 21 em contexto de transmissão comunitária, dos quais cinco são casos identificados no âmbito do rastreio em massa realizado em Rabo de Peixe;
  • 3 residentes com teste positivo ao sexto dia.

TERCEIRA 9 NOVOS CASOS POSITIVOS

  • 8 em contexto de transmissão comunitária;
  • 1 não residente com histórico de viagem e análise de rastreio ao sexto dia.

FAIAL 1 NOVO CASO POSITIVO

  • 1 por aferir;

CORVO 1 CASO POSITIVO

  • Primeiro caso registado na ilha, um residente com histórico de viagem e análise de rastreio ao sexto dia.

RECUPERAÇÕES 80

  • 75 em S. Miguel – 44 na Ribeira Grande, 22 em Ponta Delgada, seis em Vila Franca do Campo e três na Lagoa;
  • 1 no Faial – Horta;
  • 3 nas Flores– Santa Cruz;
  • 1 na Terceira – Praia da Vitória.

SITUAÇÃO ATUAL NA REGIÃO

INTERNAMENTOS 23

  • 22 em S. Miguel – Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada (oito em UCI);
  • 1 na Terceira – (em UCI), no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira.

CADEIAS DE TRANSMISSÃO

  • ATIVAS 1
  • PICO Madalena
  • EXTINTAS 195

CASO PORTOS DOS AÇORES Os 33 casos positivos reportados ontem na empresa Portos dos Açores, resultantes de rastreio com teste rápido naquela empresa, no âmbito da medicina do trabalho, estão a ser alvo de confirmação durante o dia de hoje, numa operação de testagem por PCR que abrange todos os funcionários daquela empresa em S. Miguel.

Existem presentemente 588 casos positivos ativos na Região, sendo 556 em S. Miguel, 27 na Terceira, dois no Pico, um no Faial, um nas Flores e um no Corvo.

Foram detetados até hoje 3.366 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, verificando-se 23 óbitos e 2.656 recuperações.