Açores acolhem reunião do Metropolis International Steering Commitee em 2019

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas anunciou, em Ponta Delgada, a realização da reunião anual do Metropolis International Steering Commitee na ilha de São Miguel, em março de 2019.

“Teremos aqui em 2019, de 8 a 10 de março, a reunião do comité de direção deste órgão de decisão da rede Metropolis”, revelou Rui Bettencourt, que falava no final de uma visita às instalações da CRESAÇOR – Cooperativa Regional de Economia Solidária, salientando que se trata de uma organização que tem membros de todo o mundo e que fará esta reunião sobre a sua referência estratégica, ou seja, “sobre politicas para as migrações e sobre as questões de integração e interculturalidade”.

O titular da pasta das Relações Externas destacou ainda o trabalho que tem sido desenvolvido pelo Governo dos Açores e a “importância” que é dada à integração e à interculturalidade, além da posição geoestratégica do arquipélago, próxima de vários países do mundo que são membros da organização Metropolis.

A vinda deste evento para a Região surge na sequência da participação ativa do Governo dos Açores nas conferências mundiais da Metropolis – a maior conferência do mundo sobre migrações, que junta académicos, representantes governamentais e sociedade civil – como foi o caso da última reunião, que decorreu em novembro, em Sydney, na Austrália, subordinada ao tema ‘Migração Global em Tempos Turbulentos’ , após a qual surgiu a seleção dos Açores de entre os candidatos a acolher esta reunião no próximo ano.

Por outro lado, o governante recordou o trabalho que tem sido feito pela Direção Regional das Comunidades na área das migrações, e que “passa pela promoção e preservação da cultura açoriana junto das diferentes comunidades da Diáspora”, mas também “pela promoção da integração das diferentes comunidades imigrantes que optam por fixar residência nos Açores”.

Na visita realizada sexta-feira à CRESAÇOR, o Secretário Regional inteirou-se das suas diversas valências e do trabalho que fazem, nomeadamente no Gabinete de Apoio ao Migrante, que promove a interculturalidade e a integração das comunidades migrantes nos Açores, em parceria com o Governo Regional.

Rui Bettencourt sublinhou o facto de haver “um novo perfil de migrantes nos Açores”, em que há “uma corrente migratória diferente, muito ligada a investimento, muito ligada também à força de trabalho e à criação de riqueza nos Açores”, pelo que considera que estas parcerias surgem “com toda a naturalidade”, nomeadamente com a CRESAÇOR.

“Essa parceria tem a ver com a integração destes migrantes que nos procuram, tem a ver muito com a formação em língua portuguesa, tem a ver também muito com as questões da interculturalidade que as diferentes migrações apresentam”, disse ainda o governante.

“O Governo dos Açores tem consciência da importância deste espirito de parceria com todos, com a sociedade açoriana e, em particular, com estruturas que estão no terreno”, sublinhou Rui Bettencourt.