Pub

Os Açores acolhem, entre 22 e 26 de novembro, o primeiro Roteiro de Engenharia, iniciativa destinada a divulgar a “real capacidade” e os vários projetos do país ao nível da engenharia, foi hoje anunciado.

Num comunicado enviado às redações, a Ordem dos Engenheiros (OE) justifica que a opção de lançar os roteiros nos Açores resulta da “convicção sobre o potencial” da região “no desenvolvimento e crescimento de Portugal”.

Segundo a Ordem dos Engenheiros, a iniciativa realiza-se “num momento em que a região se prepara para receber um conjunto significativo de investimentos no âmbito do PRR” (Plano de Recuperação e Resiliência Português), nos quais a engenharia “tem um papel essencial”.

O roteiro pretende conhecer e dar a conhecer os mais relevantes e inovadores projetos associados à engenharia, nas áreas da agroflorestal e do agroalimentar, da energia, do setor da construção ou da academia do arquipélago.

De acordo com a Ordem dos Engenheiros, o roteiro prevê deslocações do bastonário, Fernando de Almeida Santos às ilhas do Faial, Pico, Terceira e São Miguel.

No programa agora divulgado estão previstas visitas à obra de construção do Porto das Lajes do Pico, à Base das Lajes, à empresa de eletricidade dos Açores (EDA), à Universidade dos Açores, entre outras.

O Dia Nacional do Engenheiro vai ser assinalado no dia 26 com uma sessão solene em Ponta Delgada, onde está prevista uma intervenção do presidente do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), José Manuel Bolieiro.

Durante a sessão solene, serão também entregues diplomas dos 50 Anos de inscrição na Ordem dos Engenheiros e o “Prémio Melhor Estágio 2021”.

A sessão será encerrada com uma intervenção do presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia.

As comemorações incluem a habitual Assembleia Magna da Ordem, espaço de diálogo entre a direção e os seus membros, que decorre na Sede Regional da Ordem nos Açores, informa ainda a nota.

Os Roteiros de Engenharia visam “divulgar a real capacidade instalada em todo o país” ao nível da engenharia e “os projetos que melhor a representam nas suas diferentes especialidades e nos vários setores de atividade”, lê-se na nota divulgada pela Ordem, associação profissional, com 86 anos de existência.

Pub