A partir de hoje a ilha Terceira sem casos de covid-19 ativos

Foto: JEdgardo Vieira

O responsável destacou que, com a recuperação registada hoje na Terceira, extingue-se a segunda cadeia de transmissão identificada nesta ilha, que ficou hoje sem nenhum caso positivo ativo.

Assim, a região tem ainda uma cadeia de transmissão no Pico, que infetou cinco pessoas e mantém três casos ativos, e duas em São Miguel, sendo uma delas uma cadeia primária que originou dois casos, um deles ainda ativo, e a outra a cadeia originária na Povoação, com desenvolvimentos em Ponta Delgada e no Nordeste, que envolveu 74 casos positivos, disse Tiago Lopes.

Até ao momento, já foram detetados nos Açores 145 casos, verificando-se 83 recuperados, 15 mortes e 47 casos positivos ativos para infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, sendo 39 em São Miguel, dois na Graciosa, um em São Jorge, três no Pico e dois no Faial.

Ponto da situação detalhado

Das 267 análises realizadas nas últimas 24 horas, registou-se hoje um novo caso de covid-19, em São Miguel, e cinco recuperados, incluindo uma mulher de 91 anos e um homem de 93, ambos do lar de idosos do Nordeste.

Segundo adianta a Autoridade de Saúde Regional, em comunicado, foi hoje identificado em São Miguel um novo caso de covid-19 num homem de 35 anos, “com história de viagem ao exterior da região”.

e registaram-se quatro recuperações de infeção por SARS-CoV-2, que correspondem três recuperações de infeção por SARS-CoV-2, que correspondem a dois indivíduos do sexo feminino com 50 e 77 anos de idade, este último utente do Lar de Idosos da Misericórdia de Nordeste, e a um indivíduo do sexo masculino com 56 anos de idade, residente na ilha de São Miguel, foi hoje anunciado.

Existem até ao momento 83 recuperados, 15 óbitos (11 de utentes do lar de Idosos de Nordeste) e 47 casos positivos ativos para infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 (foram detetados na Região desde o início da pandemia, um total de 145 casos), que causa a doença covid-19, sendo 39 em São Miguel, 2 na Graciosa, 1 em São Jorge, 3 no Pico e 2 no Faial.

Registaram-se, até ao momento, 13 casos suspeitos na região, onde 202 aguardam resultado laboratorial e enquanto as vigilâncias ativas atingem as 1148 pessoas, e os internados nas unidades de saúde da região são 17 pessoas: 16 no Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada, 1 no Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira. Em contexto domiciliário existem 30 doentes.

Desde do início do surto já foram testadas 9699 pessoas.

Foram testados na região 2817 profissionais de saúde, sendo que 2764 deram resultado negativo, 12 ainda têm a infeção, 14 recuperados e 27 aguardam análise laboratorial.