Pub

“A oposição tem direito à sua opinião, mas não tem direito aos factos alternativos, porque a verdade é só uma”, afirmou Francisco César. O vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores falava, esta quarta-feira à noite, durante as jornadas parlamentares que os socialistas estão a realizar em São Jorge: “Esta ilha, hoje, está no bom caminho e os dados que temos revelam exatamente isso”.

Francisco César recordou o que encontraram nas últimas jornadas parlamentares realizadas em São Jorge: “Esta ilha, há dois anos, tinha duas Câmaras numa situação muito complicada, com problemas graves; Um setor cooperativo profundamente comprometido com o preço do leite a baixar e, ainda há pouco tempo, tinham stoks que não conseguiam resolver o seu escoamento. Apesar do nosso esfoço para tentar demonstrar às pessoas que estavam no bom caminho, o cenário não era, aparentemente, positivo”.

Agora, como recordou o vice-presidente da bancada socialista, num encontro com militantes e simpatizantes, São Jorge está no bom caminho: “Nós baixámos o número de desempregados em 44%, só em São Jorge; Temos hoje um investimento público pujante: na área da saúde em curso na Calheta e para breve no concelho das Velas; Temos uma escola fabulosa em construção, aqui, na Calheta; Temos uma reivindicação antiga da Calheta a ser resolvida, nomeadamente a rampa Ro-Ro e para breve as obras no Porto do Topo  (…) Na verdade, temos uma ilha em movimento, com uma economia a crescer, com um setor do turismo forte e o setor cooperativo a recuperar”.

Como fez questão de realçar Francisco César, “muitos podem ter opinião, que poderíamos melhorar um conjunto de aspetos – ainda há pouco falávamos no caso do transporte aéreo e na necessidade dos residentes saírem e não conseguirem lugar -, mas não é uma matéria de opinião constatar que a ilha neste momento está em crescimento. É um facto”.

Pub