Pub

A primeira temporada do projeto “Música no Forte” permitiu realizar, desde julho, oito concertos de artistas regionais, nacionais e estrangeiros no Forte de Santa Catarina, nas Lajes do Pico, encerrando no domingo com “A Cantadeira”, foi hoje anunciado.

“Música no Forte” é um programa da associação MiratecArts, apoiado pelo município açoriano das Lajes do Pico e que marcou o regresso dos eventos musicais ao Forte de Santa Catarina.

A iniciativa decorreu em julho e agosto, aos domingos e ao pôr-do-sol.

Numa nota de imprensa, a associação, que tem sede na ilha do Pico, informa que a primeira temporada do projeto permitiu realizar “oito concertos de músicas do mundo”.

O encerramento está marcado para o dia 21 de agosto (domingo) com “um projeto musical que nasceu no início da pandemia e que se estreia nos Açores, depois de dezenas de concertos pela Europa, ‘A Cantadeira’”.

Trata-se de um projeto a solo de Joana Negrão, com um percurso musical ligado à música de tradição oral portuguesa, desde os Dazkarieh até aos Seiva, atualmente.

Joana Negrão apresenta-se “a solo num espetáculo em que a voz é o fio condutor para paisagens sonoras ancestrais e atuais, recorrendo à gravação constante de camadas de vozes sobrepostas gravadas ao vivo e em tempo real”, descreve a MiratecArts.

Pub