Pub

A NOS é a operadora que instalou maior número de estações 5G até agora, seguida da Vodafone e Meo (Altice Portugal), de acordo com o primeiro balanço sobre o desenvolvimento desta nova tecnologia hoje divulgado pela Anacom.

“A NOS foi o operador que até ao momento instalou um maior número de estações 5G, 1.937 estações (66%), seguindo-se a Vodafone com 534 estações (18%) e a Meo com 447 estações (15%)”, refere a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), que divulga hoje “um primeiro balanço sobre o desenvolvimento observado nas redes móveis de última geração”.

No entanto, se for considerado “o número total de estações existentes (2G, 3G, 4G e 5G), observamos que a NOS é o operador com menor número de estações, 10.267 estações (27% do total), sendo o primeiro lugar ocupado pela Vodafone, com 14.684 estações (38%), e o segundo lugar pela Meo com 13.779 estações (36%)”, adianta o regulador.

Muitas das estações de 2G, 3G, 4G e 5G de cada operador “estão localizadas num mesmo local, pelo que importa analisar o número total de locais em que cada operador possui estações”, considera o regulador, apontando que “a Vodafone tem estações em 5.019 locais, a Meo em 4.883 locais e a NOS em 3.553 locais”.

Em termos de número de estações de base já instaladas com tecnologia 5G, o número total, e de acordo com a informação reportada à Anacom até final dos primeiros seis meses do ano, “ascende a 2.918 estações espalhadas por 198 concelhos (64% dos concelhos no país) e 859 freguesias (28% das freguesias no país)”.

A maior parte das estações 5G (79%), ou seja, 2.316, está localizada em áreas predominantemente urbanas, 11% (325) estão em áreas medianamente urbanas e apenas 10% (277) em áreas predominantemente rurais.

“A análise da distribuição das estações 5G pelas freguesias do país, tendo em consideração a sua densidade populacional, permite concluir que apenas 13% do total (372 estações) estão instaladas em freguesias de baixa densidade”, prossegue o regulador, que aponta que, “apesar da grande maioria das estações 5G estar instalada em freguesias que não são de baixa densidade, apenas cerca de metade dessas freguesias dispõem já de estações” de tecnologia de quinta geração.

No caso das freguesias de baixa densidade, “a esmagadora maioria ainda não dispõe de estações 5G, 86% do total (1479 freguesias). Apenas 14% do total (250 freguesias) dispõem já de estações 5G”.

No caso das freguesias das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, “a proporção daquelas que não dispõem de estações 5G é muito elevada, 88% do total, ou seja, 185 freguesias. Apenas 25 freguesias (12%) dispõem já de estações 5G”.

A Anacom sublinha que, de acordo com a informação disponível, “estima-se que até ao final de maio o tráfego cursado em redes 5G represente cerca de 5,3% do total de tráfego de dados móveis”.

Pub