Vice-presidente da bancada Leitão Amaro votará em Rio pelo reformismo que anuncia

O vice-presidente da bancada do PSD Leitão Amaro declarou hoje que votará em Rui Rio para presidente do partido por entender que “pode levar mais longe” o PSD no esforço de “melhorar o país e a vida dos portugueses”.

Numa publicação na rede social Facebook, António Leitão Amaro salienta a “grande consideração” que tem também pelo outro candidato, Pedro Santana Lopes, sentimento que “cresceu ao longo da campanha”, valorizando a sua “abnegação, coragem e capacidades de comunicação e intuição política”.

“Em Rui Rio valorizo muito a firmeza e autenticidade na vida pública, a credibilidade junto da sociedade portuguesa e, especialmente, o sentido da urgência nas reformas estruturais que o país e o partido precisam. O reformismo será sempre, para mim, propósito essencial da participação na vida política”, afirmou.

O vice-presidente da bancada do PSD disse entender que “Rui Rio pode levar mais longe o PSD nesse esforço de melhorar o país e a vida dos portugueses”.

“Por isso, no sábado votarei em Rui Rio. E, a partir de domingo, trabalharei lealmente ao lado do escolhido pela maioria dos militantes, porque Portugal e os portugueses precisam muito do PSD”, afirmou.

A dois dias das eleições diretas no PSD, que se realizam no sábado, António Leitão Amaro faz questão de “reafirmar o profundíssimo reconhecimento pelo extraordinário desempenho e exemplo de liderança e serviço público de Pedro Passos Coelho”, que preside ao partido desde 2010.

“Tive enorme gosto e honra em trabalhar, construir e aprender com ele. Muito obrigado Pedro”, referiu, considerando que, na sua sucessão, “é hora de uma escolha positiva”.

Para Leitão Amaro, “seja Rui Rio ou Pedro Santana Lopes o eleito, qualquer deles será muito melhor líder que António Costa”.

“Qualquer deles tem mais pretensão reformista, correção cívica, estrita obediência ao interesse comum e ambição de construir um Portugal aberto e muito mais competitivo, com um Estado que funcione muito melhor e viabilize mais liberdade e igualdade”, defendeu, apelando à participação dos militantes do PSD nestas diretas.

Com esta declaração de voto de Leitão Amaro, são poucos os elementos da direcção da bancada que não tomaram posição sobre a disputa de liderança, casos dos ‘vices’ Miguel Morgado, Margarida Mano e Luís Leite Ramos.

O líder parlamentar, Hugo Soares, declarou apoio a Santana Lopes, tal como os ‘vices’ José Cesário, Carlos Abreu Amorim, Miguel Santos, Amadeu Albergaria, Sérgio Azevedo, Berta Cabral e Nuno Serra.

Além de Leitão Amaro, também o vice-presidente da bancada Adão Silva apoia Rui Rio.

Notícias relacionadas