Teatro Micaelense acolhe “O dai mais Curto” a grande festa da curta-metragem

Em dezembro, O Dia Mais Curto regressa a Portugal para a edição do 5.º aniversário. O Solstício de Inverno, no dia 21, volta a servir de mote à grande festa da curta-metragem que, este ano, leva quase 200 filmes a 34 localidades, de norte a sul do país, incluindo os arquipélagos.

Neste ciclo de cinema, que decorre em simultâneo em vários países, a criatividade dos programadores foi desafiada e as curtas-metragens vão invadir diferentes locais de projeção, dos mais tradicionais aos

mais inusitados, dando a descobrir um grande número de cineastas e as suas obras. Os programadores associaram-se a esta iniciativa através de sessões de curtas-metragens próprias ou dos quatro programas preparados pela Agência da Curta Metragem, que incluem sessões para adultos e crianças, com filmes portugueses e estrangeiros e de vários géneros.

ODMC_DOSSIERDEIMPRENSA

O Teatro Micaelense, em parceria com o 9500 Cineclube, acolhe o programa “Curtas do Mundo”, uma sessão de curtas internacionais que dá a conhecer várias visões do mundo nos dias de hoje, desde a guerra na Síria ao quotidiano na capital do Irão, passando pelos habitantes de um parque de campismo em Portugal, sem esquecer o espírito da época natalícia dado, em tom de comédia social, pela curta franco-belga “Kapitalistis”.

Os bilhetes para a sessão no Teatro Micaelense têm um preço de 2,5€ e podem ser adquiridos na bilheteira do Teatro Micaelense e em Bilheteira Online. Para os sócios do 9500 Cineclube a entrada é gratuita.

sessao_curtas_do_mundo_odmc17

Mais de trinta localidades celebram o dia mais curto do ano com cinema

Mais de trinta localidades portuguesas vão exibir curtas-metragens na quinta-feira, associando-se ao Dia Mais Curto, um programa que celebra a diversidade do formato curto de cinema, coincidindo também com o solstício do inverno.

Por causa da mudança de estação, 21 de dezembro tem o dia mais curto e a noite mais longa do ano, dando o mote para um programa internacional de mostra de curtas-metragens ao qual Portugal se associa pelo quinto ano consecutivo.

Promovido em Portugal pela Agência da Curta-Metragem, O Dia Mais Curto contará com quatro programas de curtas-metragens e mais de 90 sessões de cinema para todas as idades e para todos os públicos.

Destaque para o programa dedicado a novas curtas portuguesas em particular porque são raros os casos em que chegam ao circuito comercial de exibição em Portugal. Dele fazem parte, por exemplo, “Cidade Pequena”, de Diogo Costa Amarante, distinguido com o Urso de Ouro em Berlim, e “Thursday Night”, de Gonçalo Almeida, que estará no próximo Sundance (EUA).

É dada ainda atenção ao cinema de animação, com filmes como “Água mole”, de Alexandra Ramires e Laura Gonçalves, “Passeio de domingo”, de José Miguel Ribeiro, e “Última chamada”, de Sara Barbas.

O programa “Curtas do mundo” apresenta quatro filmes: “A comunidade”, de Salomé Lamas, “Saudações desde Aleppo”, de Thomas Vroege, Issa Touma, Floor Van Der Meulen, “Retocar”, de Kaveh Mazaheri, e “Kapitalistis”, de Pablo Muños Gomez.

O Dia Mais Curto do Ano nasceu em 2011, em França, e aconteceu pela primeira vez em Portugal em 2013 em vinte localidades, por iniciativa da Agência da Curta-Metragem. “É uma oportunidade de descobrir o cinema no seu formato mais curto através de um grande número de cineastas e das suas obras”, afirma a agência.

Albufeira, Amadora, Barcelos, Elvas, Gondomar, Maia, Ponta Delgada, Sardoal, Tomar, Trancoso e Vila Real – além de Lisboa, Porto e Coimbra -, são algumas das 34 localidades aderentes.

À semelhança das edições anteriores, o programa terá ainda parcerias nas 15 lojas FNAC, na RTP, nos canais televisivos TvCine & Séries, por cabo, e no Metro do Porto.

O programa completo está disponível em www.odiamaiscurto.curtas.pt.