PSD diz que indicadores de pobreza em São Miguel mostram “falhanços”

O PSD/Açores sublinhou hoje que a ilha de São Miguel concentra grande parte dos apoios sociais nos Açores, defendendo que tais indicadores representam “os falhanços do Governo Regional presidido por Vasco Cordeiro”, do PS.

São Miguel, a maior ilha da região, concentra 77% dos beneficiários de rendimento social de inserção e 73% dos beneficiários do complemento solidário para idosos, sustenta o PSD em nota de imprensa, lembrando que tais números “têm vindo a aumentar desde 2006, em contrapartida com as outras ilhas, onde esses dados marcam um caminho inverso”.

Na terça-feira, a bancada do PS na Assembleia Legislativa dos Açores mostrou-se confiante de que o Plano de Combate à Pobreza e Exclusão Social nos Açores, apresentado recentemente pelo Governo Regional (PS), vai permitir reduzir a pobreza nas ilhas.

O plano será debatido este mês no plenário do parlamento açoriano a decorrer na Horta, ilha do Faial.

Para o PSD, o executivo regional teima em “esconder a realidade, preocupando-se com políticas pontuais de cosmética e não indo ao fundo dos problemas”.

“O desemprego jovem continua a ser um dos maiores flagelos da nossa sociedade, com uma taxa a rondar os 30%, acima da média nacional. Sobre este aspeto pouco ou nada se sabe sobre a estratégia que o Governo Regional tem, o que revela novamente um completo desnorte do PS presidido por Vasco Cordeiro”, diz ainda o partido, que é presidido nos Açores por Duarte Freitas.

Notícias relacionadas