Merkel afirma que persistem “grandes obstáculos” entre CDU e SPD

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou hoje que persistem “grandes obstáculos” entre o seu partido conservador e os sociais-democratas, à entrada para o último dia da primeira fase de negociações para formar uma coligação de governo.

“Vai ser um dia difícil”, advertiu à chegada para a reunião, que só deve terminar à noite.

Merkel disse-se, contudo, preparada para “encontrar compromissos construtivos” entre a sua União Democrata-Cristã (CDU) e o Partido Social-Democrata (SPD) de Martin Schulz.

“As pessoas esperam que encontremos soluções e é nesse espírito que vou trabalhar hoje”, disse.

Depois do fracasso, em novembro, das negociações com os liberais e os ecologistas, um acordo com os sociais-democratas é a última oportunidade da chanceler para governar mais quatro anos.

Se fracassar, serão convocadas eleições.

Notícias relacionadas