Costa congratula-se com acordo entre Merkel e Schulz para novo Governo alemão

O primeiro-ministro, António Costa, considerou hoje que o acordo de Governo entre a chanceler germânica, Angela Merkel, e o líder dos sociais-democratas alemães, Martin Schulz, dará “um forte impulso” para a convergência da zona euro.

Esta posição de António Costa sobre o acordo de princípio para a formação de um Governo entre os dois maiores partidos alemães, os conservadores da CDU e os sociais-democratas germânicos, foi transmitida na rede social ‘twitter’.

“O acordo entre Merkel e Schulz dá um forte impulso para a convergência na zona euro e para o fortalecimento da União Europeia”, escreve o primeiro-ministro português.

Na mesma mensagem, António Costa acrescenta ainda que este acordo constitui “um excelente augúrio no dia” em que o seu ministro das Finanças, Mário Centeno, “assumiu a presidência do Eurogrupo”.

Na sexta-feira, os conservadores alemães liderados por Angela Merkel e os sociais-democratas de Martin Schulz anunciaram ter alcançado um acordo de princípio para a formação de uma coligação governamental, mais de três meses após as eleições legislativas.

O acordo ainda vai ser submetido à aprovação do SPD, num congresso extraordinário marcado para dia 21.